Fortaleza, Terça-feira, 22 Outubro 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Segunda, 27 Mai 2019 10:50

Internautas defendem endurecimento de leis para enfrentar mortes no trânsito

Avalie este item
(0 votos)
A enquete do portal da Assembleia Legislativa veiculada entre os dias 20 e 27 de maio questionou qual a melhor forma de enfrentar as mortes no trânsito no Brasil. Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2016, houve 34.850 mortes desse tipo no País, sendo que um terço dessas vítimas eram motociclistas.

Para 61,2% dos internautas, a melhor alternativa seria endurecer a legislação que pune infratores do trânsito, enquanto 38,2% entendem que campanhas como o Maio Amarelo, que mobiliza a sociedade e Estado no debate sobre segurança viária, sejam a forma mais adequada de enfrentar o problema.

Na opinião do presidente da Comissão de Viação, Transporte e Desenvolvimento Urbano da Casa, deputado Nezinho Farias (PDT), as duas medidas devem caminhar juntas e se complementando.
“Com o endurecimento das leis, talvez as pessoas adquiram mais consciência e responsabilidade sobre a segurança no trânsito, ao mesmo tempo em que são importantes as campanhas nacionais de mobilização da sociedade sobre essa questão”, assinala o parlamentar.

O deputado Elmano Freitas (PT) avalia que, para evitar as mortes no trânsito, o mais importante seria termos uma sociedade mais educada e que respeite a legislação. “As pessoas não bebendo para dirigir, respeitando as leis e os limites de velocidade, evidentemente nós vamos evitar as mortes”, salienta.

Na avaliação dele, “isso é mais importante do que o endurecimento da lei, porque, mesmo que a lei seja endurecida e quem provocou a morte seja punido, uma vida já teria sido perdida”.

O deputado Acrísio Sena (PT) também aponta que a melhor solução para evitar qualquer tipo de acidente no trânsito é um trabalho preventivo, de conscientização e de educação. “Precisamos, além disso, que haja o envolvimento dos municípios nessa questão, com a municipalização do trânsito, ou seja, que eles planejem, operacionalizem e fiscalizem o trânsito”, pontua.

O professor do Departamento de Engenharia de Transportes da Universidade Federal do Ceará (UFC), Mário Ângelo de Azevedo, também entende que as alternativas apresentadas não se excluem, constituindo o melhor caminho para um trânsito mais seguro.

“Elas devem atuar ao mesmo tempo, pois uma fiscalização mais rigorosa e dura vai educar os condutores, no sentido de torná-los mais conscientes e responsáveis na construção de um trânsito seguro”, ressalta.
RG/LF

Lido 340 vezes Última modificação em Quinta, 30 Mai 2019 14:44

Portal do Servidor

Eventos Outubro

Enquete

O Governo Federal vai garantir pagamento do 13º salário para beneficiários do programa Bolsa Família em 2019. Você concorda?

Internautas defendem endurecimento de leis para enfrentar mortes no trânsito - QR Code Friendly


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500