Fortaleza, Sábado, 08 Agosto 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Artistas comemoram e destacam a importância do Festival de Música - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Sábado, 01 Agosto 2020 23:49

Artistas comemoram e destacam a importância do Festival de Música

Avalie este item
(0 votos)
A noite deste sábado (01/08) foi de comemoração para artistas cearenses, que participaram do II Festival de Música da Assembleia Legislativa, encerrado com a vitória de “No Céu do Jardim”, composição de Orlângelo Leal, interpretada por ele e por Ariadna Sampaio. Os dois compartilharam o prêmio de R$ 25 mil, concedido à primeira colocação. O evento foi realizado sem público presente, no auditório Deputado João Frederico Ferreira Gomes, no anexo II da AL, e transmitido ao vivo pela TV e FM Assembleia. 

O segundo lugar, com a canção “Amor, Ordem e Progresso”, de Kalíope, recebeu R$ 15 mil, enquanto a cantora e compositora Claudine Albuquerque conquistou a terceira posição, com "Na Contramão", arrematando o prêmio de R$ 7 mil.

Kalíope levou ainda o prêmio de R$ 5 mil pela coroação como melhor intérprete do festival, enquanto Aparecida Silvino ganhou na categoria Júri Popular, com a canção “Pode Bater Tambor”, composição dela em parceria com Gilvandro Filho, que conquistou 18,6% dos quase 16 mil votos do público.

Naturais de Itapipoca, Orlângelo Leal e Ariadna Sampaio foram os grandes vencedores da noite. Ele, com uma carreira já consolidada; ela, estreando nos grandes festivais. Para Ariadna, a experiência foi única e especial. “É uma vivência ímpar estar no mesmo palco que tantos grandes nomes e contemplar toda a diversidade cultural existente em um só lugar”, observa.

Orlângelo, mais experiente, parabenizou a produção do evento realizado pela equipe da Assembleia Legislativa, reconhecendo as dificuldades provocadas pela pandemia. “É um momento atípico e todos estamos tentando nos adaptar”, disse.

Um dos grandes destaques da noite foi o segundo colocado e melhor intérprete, Kalíope. A canção “Amor, Ordem e Progresso”, assim como sua interpretação e espontaneidade, arrancaram elogios dos apresentadores do evento, os cantores Roberta Fiúza e Levi Castelo Branco.

Com mais de 10 anos de atuação, afirmou que o prêmio o deixa cheio de esperança. "Quero construir história com essa cidade e com a juventude dessa cidade", comentou, agradecendo a acolhida e ressaltando a admiração por todos os artistas.

A terceira colocada, Claudine Albuquerque, também impressionou com seu rock “Na Contramão”. A cantora, já conhecida nas noites fortalezenses, lembra que o que vale nesse tipo de experiência é a jornada.“Estamos aqui para conhecer os artistas e para que as pessoas nos conheçam. Trocar histórias e fazer novas histórias acontecerem”. Para ela, esse reconhecimento reforça o sentido de resistência da arte e incentiva a continuar lutando.

Já Aparecida Silvino, grande vencedora da primeira edição do evento, realizada em 2012, com a música “Janela Aberta”, retorna ao palco do Festival de Música da AL com sua nova canção, “Pode Bater o Tambor”. Ela agradeceu a escolha do público e frisou que a missão da música é chegar ao coração das pessoas.  "Pode Bater o Tambor", composição dela e de Gilvandro Filho, cumpriu isso, segundo a artista.

As doze finalistas do festival estarão reunidas em um disco que será lançado em breve, como registro do evento.

PE/SA/AT




Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 342 vezes Última modificação em Quarta, 05 Agosto 2020 15:30

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

A Reforma Tributária é necessária para o País?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500