Fortaleza, Sábado, 08 Agosto 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Musicais - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Musicais
Segunda, 04 Novembro 2019 14:46

Brasilidade

O programa Brasilidade deste domingo (03/11) apresenta a trajetória do cantor, compositor e instrumentista Walter Franco. Filho do radialista e escritor Cid Franco, Walter Rosciano Franco, nasceu em 6 de janeiro de 1945, na cidade de São Paulo. Estudante de artes dramáticas, ele iniciou a carreira musicando peças teatrais, como o clássico grego “As Bacantes”, de Ésquilo. A partir de 1968, começou a participar de festivais universitários de música popular ao inscrever “Não se Queima um Sonho”, no primeiro Festival Universitário da TV Tupi, em São Paulo, canção defendida por Geraldo Vandré. Considerado o melhor trabalho de Walter Franco, o LP “Ou Não” foi reeditado em CD, em 1994, pela gravadora Continental, a mesma que lançou o LP em 1973. Brasilidade vai ao ar aos domingos, às 18h, com reprise às terças-feiras, às 23h. A produção é de Fátima Abreu e Ronaldo César e a apresentação de Narcélio Limaverde.

Vídeo relacionado

Segunda, 04 Novembro 2019 14:39

Qual é o Tom do Ceará

O músico Luisinho Magalhães é o convidado do programa Qual é o Tom do Ceará deste sábado (02/11). Com 43 anos de carreira e idealizador do grupo Luisinho e banda, o músico já gravou 5 CDs, em todos os estilos e gêneros musicais: italiano, pagode, bolero, bailes de carnaval. Luizinho e sua banda já dividiu o palco com grandes nomes da MPB  como Djavan, Emilio Santiago, José Augusto, Geraldo Azevedo, Roupa Nova, Emilio Santiago, Jerry Adriani, Wanderley Cardoso, José Roberto, Terry Winter, The Fevers, Golden Boys, Os Pholhas, Os Incríveis, Waldick Soriano, Paulo Diniz, Djavan, Caubi Peixoto, Jorge Ben Jor e até com o Rei Roberto Carlos, em um grande show no Marina Park. Qual é o Tom do Ceará é produzido por Ronaldo César e apresentado pela jornalista Ian Gomes. O programa vai ao ar aos sábados, a partir das 12h, com reprise às quartas-feiras, às 23h.

Vídeo relacionado

Sexta, 01 Novembro 2019 14:22

Gonzagando

O programa Gonzagando desta quinta-feira, (31/10) apresenta o disco "Acaso Casa", dos cantores Mariene de Castro, baiana,  e Almério,  de Pernambuco. O CD reúne 18 faixas e foi gravado ao vivo na Casa do Choro, no Rio de Janeiro, em setembro de 2018. No repertório, estão obras de Dominguinhos, Ceumar, Luiz Gonzaga, Dona Ivone Lara e Alceu Valença. Mariene lançou o primeiro disco, "Abre Caminho", em 2005, mas foi somente em 2013 que a cantora surgiu para o grande público, quando interpretou a saudosa Clara Nunes no show que deu origem ao CD e DVD "Ser de Luz". Produzido pela jornalista Fátima Abreu e apresentado por Gerardo Anésio, Gonzagando vai ao às quintas-feiras, a partir das 20h, com reprise aos domingos, às 6h.

Vídeo relacionado

Quinta, 31 Outubro 2019 15:11

Sons dos Festivais

O programa Sons dos Festivais apresenta, nesta quarta-feira (30/10), a trajetória do cantor e compositor vanguardista, Walter Franco, em festivais de música. Walter Franco, filho do radialista e escritor Cid Franco, participa do I Festival Universitário, no ano de 1968, em São Paulo, com o trabalho “Não se Queima um Sonho”, interpretação de Geraldo Vandré. Entre outros, Walter Franco concorre no VII Festival Internacional da Canção (FIC), em 1972, com a “música concreta" intitulada “Cabeça”, e ganha menção honrosa. Sons dos Festivais traz ainda canções e interpretações de Itamar Assumpção, Luiz Melodia, Tom Zé, Sérgio Ricardo, Marília Medalha, Aparecida Silvino, Cida Olímpio, Edu Lobo, Symara Tâmara e Nya Maia. Com produção de Nazicélia Costa e apresentação de Haroldo Holanda, o programa Sons dos Festivais vai ao ar às quartas-feiras, às 20h, com reprise aos sábados, às 16h.

Vídeo relacionado

Terça, 29 Outubro 2019 15:02

Qual é o Tom do Ceará

O baterista, percussionista, violonista, compositor e produtor cultural Pantico Rocha é o convidado do programa Qual é o Tom do Ceará deste sábado (26/10). Há 25 anos  atuando como baterista do músico Lenine, Pantico já lançou três CDs: "O barulho do sol do meio-dia" , em 2007;  "Nem Samba nem Sandra nem Mar", em 2012, e o mais recente, "Tudo que passa é permanente". Com  38 anos de carreira, Pantico, que mora no Rio de Janeiro há 25 anos,  é hoje um  baterista de referência nacional. Já acompanhou artistas como Maria Bethania, Jane Duboc, Nelson Ned, Lobão, César Camargo Mariano, entre outros. Qual é o Tom do Ceará é produzido por Ronaldo César e apresentado pela jornalista Ian Gomes. O programa vai ao ar aos sábados, a partir das 12h, com reprise às quartas-feiras, às 23h.

Vídeo relacionado

Terça, 29 Outubro 2019 15:00

Brasilidade

O programa Brasilidade homenageia, neste domingo (20/10), o mestre Sivuca, multiinstrumentista, arranjador, compositor e percussionista. Sivuca contribuiu significativamente para o enriquecimento da música brasileira, ao revelar a universalidade nordestina. É reconhecido mundialmente por seu trabalho, cujas composições incluem, dentre outros ritmos, choros, frevos, forrós, baião, música clássica, blues, jazz e bossa nova. É esta fase de Sivuca com a bossa nova que o Brasilidade destaca. Um dos discos mais emblemáticos da carreira do artista é o "Sivuca Sinfônico", lançado pela Biscoito Fino em 2006. No álbum, ele toca ao lado da Orquestra Sinfônica do Recife sete arranjos de autoria dele, um registro inédito, único e completo de sua obra erudita. Sivuca morreu dezembro de 2006, depois de dois dias internado para tratamento de um câncer, que já o acometia desde 2004. Brasilidade vai ao ar aos domingos, às 18h, com reprise às terças-feiras, às 23h. A produção é de Fátima Abreu e Ronaldo César e a apresentação de Narcélio Limaverde.

Vídeo relacionado

Sexta, 25 Outubro 2019 14:23

Gonzagando

O programa Gonzagando destaca, nesta quinta-feira (24/10), o título Mestre das Artes Canhoto da Paraíba, conferido ao cantor paraibano Pinto do Acordeon. Francisco Ferreira Lima, o Pinto do Acordeon, nasceu no município de Conceição e se tornou popular, a partir de apresentações que realizava junto a trupe de Luiz Gonzaga. Gravou cerca de 20 álbuns durante a carreira. "Neném Mulher" é uma das músicas mais conhecidas do repertório. Recentemente, a obra dele se tornou Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado da Paraíba, após lei ser aprovada na Assembleia Legislativa daquele estado. O título de Mestre das Artes foi criado pela Lei 7.694/2004, conhecida como Lei Canhoto da Paraíba. Ela é uma homenagem ao músico Francisco Soares de Araújo, conhecido como Canhoto da Paraíba, que morreu em 2008.

Vídeo relacionado

Quinta, 24 Outubro 2019 14:59

Sons dos Festivais

O programa Sons dos Festivais entrevista, nesta quarta-feira (23/10), a partir das 20h, Daniella Campelo. A artista cearense é cantora, pesquisadora de música nordestina, integrante da mesa julgadora do IV Festival de Música da Juventude de Fortaleza e ex-coordenadora da Escola de Música do Centro Cultural Bom Jardim. Na entrevista, Daniella presta homenagem a Belchior, relembra canções, clássicos do artista, e destaca a importância do trabalho do compositor e cantor para a Música Popular Brasileira (MPB). Ainda no programa, composições e interpretações da Banda Ira, Régis e Rogério, Zé Alexandre, Amelinha, Laécio Beethoven, Sanderley Coelho, Wilson Teixeira, entre outros. Com produção de Nazicélia Costa e apresentação de Haroldo Holanda, Sons dos Festivais vai ao ar às quartas-feiras, às 20h, com reprise aos sábados, às 16h.

Vídeo relacionado

Segunda, 21 Outubro 2019 14:07

Brasilidade

O programa Brasilidade homenageia neste domingo (20/10) o cantor e compositor Luiz Claudio, natural de Curvelo, Minas Gerais. O artista começou a tocar cavaquinho aos sete anos de idade. Estudou música com o maestro Moacir Santos durante um ano. Em 1947, formou o trio Trovadores do Luar, apresentando-se em festas e serestas em sua cidade natal. Formou-se pela Escola Nacional de Arquitetura, no Rio de Janeiro. Iniciou sua carreira profissional em 1949, com Trovadores do Luar atuando na Rádio Inconfidência de Belo Horizonte. Em seguida, foi contratado para cantar músicas norte-americanas na mesma emissora. O Brasilidade vai ao ar aos domingos, às 18h, com reprise às terças-feiras, às 23h. A produção é de Fátima Abreu e Ronaldo César e a apresentação de Narcélio Limaverde.

Vídeo relacionado

Segunda, 21 Outubro 2019 14:04

Qual é o Tom do Ceará

Um dos mais aclamados instrumentistas da cena musical de Fortaleza, o baixista, compositor e arranjador cearense Nélio Costa  é  o entrevistado  do Qual é o Tom do Ceará, da rádio FM Assembleia (96,7MHz), deste sábado (19/10). Com três  discos na bagagem  e  40  anos de carreira, o músico, depois de estudar música na Universidade Estadual do Ceará e ter acompanhado vários artistas como João Donato, Maria Creuza, Nelson Gonçalves, Jorge Vercillo, Fagner, entre outros, foi morar em Colônia, na Alemanha, onde se graduou em Pedagogia Musical, especializando-se em baixo elétrico e guitarra, nas áreas de jazz e música pop. Em 2012, lançou o 3° CD solo intitulado “Do baixo para cima”. Qual é o Tom do Ceará é produzido por Ronaldo César e apresentado por Ian Gomes. O programa vai ao ar aos sábados, a partir das 12h, com reprise às quartas-feiras, às 23h.

Vídeo relacionado

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

A Reforma Tributária é necessária para o País?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500