Quinta, 19 Dezembro 2013 12:40

Eliane Novais analisa fatos políticos que marcaram 2013

Avalie este item
(0 votos)
Dep. Eliane Novais (PSB) Dep. Eliane Novais (PSB) Foto: Paulo Rocha

Durante o primeiro expediente da sessão plenária desta quinta-feira (19/12), a deputada Eliane Novais (PSB) fez um balanço dos principais fatos políticos ocorridos no país e no estado em 2013.

A deputada citou o movimento popular que tomou conta das ruas de todo o país no mês de junho. “As mobilizações mostraram que a sociedade está insatisfeita, quer mudanças e quer tomar parte dos rumos do País”, afirmou. Eliane citou alguns casos que causaram indignação popular como, segundo ela, a não cassação do deputado federal Natan Donadon (sem partido) pela  Câmara dos Deputados.

Entre as conquistas de 2013 mencionadas por Eliane Novais estão a  rejeição da PEC 37, que tirava poder do Ministério Público e limitaria a investigação criminal às polícias federais e civis;  e a aprovação do projeto de lei que destina royalties do petróleo para educação e saúde. “Tivemos avanços sim,  pelo menos em nível federal, que precisam ser reconhecidos, como ainda  a PEC do Voto Aberto aprovada no Congresso. Mas o nosso Estado permanece em dívida com o grito que veio das ruas”, pontuou a parlamentar.

Eliane Novais citou reivindicações da sociedade cearense que, para a parlamentar, ficaram sem respostas por parte do Governo do Estado, como o caso do Cocó “que vem sendo ainda mais desmatado para construção de viadutos. E criticou a postura do governador, “que saiu de férias em meio  a esse turbilhão de manifestações e a uma das maiores secas da nossa história; realizando  gastos exorbitantes com anexo do Palácio da Abolição e a compra de helicópteros”, pontuou a deputada.

A parlamentar teceu críticas também aos gastos do governador Cid Gomes este ano. “Gastos questionáveis e exorbitantes, como a compra de Hilux e o  governo insiste em tocar obras  faraônicas, como o aquário e a ponte estaiada, sem dar oportunidade de o povo fortalezense ser consultado por meio de um plebiscito”, salientou a parlamentar.

Eliane Novais citou pesquisa CNI/Ibope divulgada na última sexta-feira, dia 13, que colocou o governador Cid Gomes no 10° lugar do ranking de governadores do País. “São índices preocupantes, especialmente para aqueles que gostavam de ressaltar que o Governador Cid era um dos mais bem avaliados do País”, afirmou.

Sobre o trabalho na Assembleia Legislativa, Eliane Novais ressaltou sua posição contrária à aprovação da emenda que reduziu as vagas de procuradores do Ministério Público de Contas (MPC) no Ceará. “Essa emenda diminuiu o poder fiscalizador sobre o Estado e feriu o princípio da transparência pública”, avaliou ela.

A deputada destacou o trabalho da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa e o escritório Frei Tito Alencar, ligado a comissão, que presta assessoria jurídica . “Só em 2013 foram 95 novos atendimentos, são 180 comunidades beneficiadas e muitos casos coletivos que beneficiam 48 mil famílias cearenses em causas  como reintegração de posse e direito do consumidor”, pontuou.
YI/CG

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Ler 496 vezes Última modificação em Quinta, 19 Dezembro 2013 13:25

Mídia