Fortaleza, Terça-feira, 25 Julho 2017

Pesquisar

Processo virtual


Projetos

Publicações

Eventos e Destaques

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Segunda, 17 Julho 2017 11:27

Maioria dos internautas prefere ficar na cidade em julho

Avalie este item
(0 votos)
A enquete do Portal da Assembleia Legislativa, veiculada entre os dias 10 e 17 de julho, questionou sobre os planos para as férias de julho. A maioria (79,7%) respondeu que permaneceria  na cidade, economizando e aproveitando as atrações locais. Outros 16,9% que viajariam para o exterior; e 3,4% conheceriam outra cidade do Brasil.

Na avaliação do deputado Carlos Felipe (PCdoB), o posicionamento da maioria dos internautas reflete uma tendência de economia de despesas da população brasileira, especialmente em um momento de dificuldades financeiras. “Estamos no terceiro ano de recessão econômica e as pessoas estão procurando redimensionar os seus orçamentos para poder sobreviver neste momento, procurando formas mais baratas para isto”, apontou o parlamentar.

O deputado também manifestou surpresa com a significativa parcela de internautas que optam por viajar ao exterior em vez de conhecer mais o Brasil.“Uma viagem para fora do País é mais cara. Então, entendo que temos uma grande massa da população com dificuldades financeiras, enquanto um fragmento ainda mantém um padrão de vida muito alto e consegue fazer um turismo internacional”, salientou Carlos Felipe.

A opinião é corroborada pelo deputado Heitor Férrer (PSB), que interpreta a resposta dos internautas como um espelho do momento vivido pela sociedade cearense em relação ao custo de vida. “A realidade da nossa delicada conjuntura econômica fica exposta, com o resultado desta enquete, pois o poder aquisitivo é o que determina a capacidade de consumo da população, e a possibilidade de viajar fica comprometida com a recessão contínua”, assinala Heitor.

O deputado Ely Aguiar (PSDC) também considera que a crise econômica e a falta de dinheiro levam  as pessoas optar por férias em seus locais de origem.

“Todos estão em um momento de economizar  recursos, pois se você não tem dinheiro hoje também não sabe se terá amanhã e o resultado reflete claramente a crise momentânea que atravessamos”, pontuou o parlamentar.

Já o deputado Sérgio Aguiar (PDT) prefere ressaltar o potencial turístico do Ceará como uma possibilidade levada em conta na resposta da maioria dos internautas. “Fortaleza é uma cidade com forte vocação turística e é possível permanecer na cidade para aproveitar as atrações locais, assim como outras várias cidades cearenses têm grande potencial, o que pode embasar este resultado”, avalia.

Para o professor do Departamento de Teoria Econômica da Universidade Federal do Ceará (UFC), Henrique Félix, há uma percepção de que a economia ainda vai demorar para recuperar de forma mais sustentada o nível de emprego e o crescimento da renda. “Férias com viagens costumam ser despesas que devem ser planejadas com antecedência, caso contrário, podem impactar negativamente nos meses subsequentes”, destaca o professor.

Ainda para ele “não há sinais de mudanças no cenário econômico do País que favoreçam o aumento de consumo neste momento, logo não é hora de consumismo exacerbado”.

RG/AT

Lido 73 vezes Última modificação em Quinta, 20 Julho 2017 12:16

Portal do Servidor

Comitê / Frente

Enquete

Como estimular o turismo no Ceará?

Investindo em infraestrutura, como estradas, rodoviárias e aeroportos - 57.4%
Apostando na melhor divulgação do Estado no Brasil e exterior - 22.2%
Promovendo a visitação em lugares pouco explorados pelas grandes operadoras - 20.4%
A votação para esta enquete foi encerrada em: %24 %b %2017 - %10:%Jul


 

  29ª Legislatura - Assembléia Legislativa do Ceará                                                                                    Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500