Fortaleza, Segunda-feira, 21 Janeiro 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Musicais
Sexta, 18 Maio 2018 12:40

Gonzagando

O programa Gonzagando desta quinta-feira (17/05) destaca o centenário do compositor pernambucano Nelson Barbalho. Natural de Caruaru, o artista foi um dos compositores gravados pelo Rei do Baião. Além de músico, Barbalho também foi jornalista, historiador e pesquisador. Em 1957, Luiz Gonzaga foi convidado a participar da festa do centenário da cidade de Caruaru e pediu a Onildo Almeida e Nelson Barbalho que escrevessem uma música. Os dois compuseram "Caruaru, Capital do Agreste".No mesmo ano, o Rei do Baião gravou "Comício de Matão", de Nelson Barbalho e Joaquim Augusto, e "A Feira de Caruaru", escrita por Onildo Almeida, um ano antes.Produzido por Fátima Abreu e apresentado por Gerardo Anésio, o programa Gonzagando vai ao ar às quintas-feiras, a partir das 20h. A reprise acontece aos domingos, às 6h

Vídeo relacionado

Quinta, 17 Maio 2018 12:34

Sons dos Festivais

O programa Sons dos Festivais apresenta, nesta quarta-feira (16/05), às 20h, o resultado do 5º Festival de Música Raiz e Regional Brasileira. O concurso foi promovido na cidade de São Carlos (SP), no Ginásio Milton Olaio Filho, em 18 de agosto de 2007.Participaram da disputa 60 competidores, sendo os vencedores eleitos após cinco eliminatórias. Na categoria regional, venceu a música “Canção da Estrada”, de Márcia Tauil e Mana Tessari. Na categoria raiz, a música campeã foi “Tropas e Boiadas”, de Jorge Hartung e José Reis. O prêmio de melhor intérprete ficou com Rodrigo Zanc, com “Viola Enfeitiçada”, composição de sua autoria em parceria com Isaías Andrade.Entre outras músicas finalistas do 5º Festival estão: “Palavra de Mulher”, autoria de Zebeto Correa e Caio Maciel; “Madre Latina”, de Marcelo Barum e Alcides Parmezan, e “Certeza”, de Ruthe Glória.Ainda durante o programa, também serão apresentadas músicas e interpretações de Edu Lobo, Roberto Carlos, David Duarte, Oswaldo Montenegro, Banda Caixeiros-Viajantes, Xico Barreto, Gal Costa, Davi Silvino, Marília Medalha, Momento Quatro e Quarteto Novo. Sons dos Festivais é produzido por Nazicélia Costa e apresentado por Haroldo Holanda. O programa vai ao ar às quartas, 20h, e tem reprise aos sábados, às 16 horas.

Vídeo relacionado

Terça, 15 Maio 2018 13:26

Sinatra e Amigos

O Sinatra e Amigos desta segunda-feira (14/05) dedica o programa aos 20 anos de morte do cantor Frank Sinatra. O músico morreu aos 82 anos, em 14 de maio de 1998. O programa vai recordar a repercussão da morte do cantor e as homenagens feitas a ele, na época, por pessoas ligadas à indústria do entretenimento.  O ouvinte vai conferir também  detalhes sobre a vida de Sinatra, que nasceu em 12 de dezembro de 1915, em Hoboken, estado de New Jersey, nos Estados Unidos, e ouvir seus grandes sucessos. Além de cantor, ator, e produtor americano, o músico foi considerado um dos mais populares e influentes artistas musicais do século XX. O Programa Sinatra e Amigos é transmitido todas as segundas-feiras, a partir das 20h, com reprise aos sábados, às 18h.

Vídeo relacionado

Segunda, 14 Maio 2018 12:40

Brasilidade

O programa Brasilidade deste domingo (13/05), às 18h, rende homenagens ao bandolinista paraibano Josevandro Pires de Carvalho, popularmente conhecido por Evandro do Bandolim.Com dois anos de idade, o músico passou a morar com os pais no Rio de Janeiro. O pai também era músico e tocava violão, o que fez com que ele se interessasse por música desde cedo.O primeiro instrumento foi o bandolim, quando tinha 13 anos. Em 1945, Evandro já participava das rodas de choro com o professor Luperce Miranda. Nessa época, atuava também em diversas rádios, como Tupi e Mayrink Veiga. Trabalhou em diversas boates e participou de inúmeros programas de televisão.Aos 29 anos, lançou o primeiro disco, “Brasil, flauta, bandolim e violão”, pela gravadora Discos Marcus Pereira. O álbum inclui as canções “A Flor Amorosa”, de Catulo da Paixão Cearense e Joaquim Antônio da Silva Callado; “Pinicadinho", de Jararaca e Ratinho; “No rancho Fundo”, de Ary Barroso e Lamartine Babo, e "Santinha", de Anacleto de Medeiros.Evandro gravou cerca de 20 discos e chegou a ter um álbum editado na França - "Le Bandolin Brésilien par Evandro" - e quatro CDs no Japão: "Evandro e conjunto Roda de Choro" (1991); "Valsas brasileiras" (1992); "Memórias, com obras de Jacob do Bandolim" (1993) e "Memórias, volume dois" (1994). Todos foram lançados pela gravadora Tartaruga.Brasilidade é produzido por Fátima Abreu e Ronaldo César, com apresentação de Narcélio Limaverde. Vai ao ar aos domingos, às 18h, com reprise às terças-feiras, às 23h. 

Vídeo relacionado

Segunda, 14 Maio 2018 12:37

Qual é o Tom Ceará?

O programa Qual é Tom do Ceará?, deste sábado (12/05), destaca o trabalho de Inês Mapurunga. A artista vai falar sobre o livro-CD que homenageia o maracatu cearense, afoxés, coroações, rezas e outros batuques.Após três anos de pesquisa ao lado de Descartes Gadelha, a obra foi lançada em janeiro de 2017. Nas palavras do jornalista e pesquisador Gilmar de Carvalho, que assina o prefácio, a publicação contextualiza o ritmo maracatu não só como “expressão de uma gente que ansiava a liberdade, que libera o corpo das amarras e nos faz dançar, mas, sobretudo, enquanto legado africano".Ao longo das 142 páginas do  livro, Inês Mapurunga fala das estéticas rítmicas e musical do maracatu, além de discorrer sobre a presença da mulher nessa cultura.Já o álbum de 48 músicas foi dividido em três CDs, que contam com a participação dos grupos Maracatu Vozes da África, Nação Baobab, Nação Iracema, Nação Kizomba, Nação Axé de Oxóssi, Solar, Rei do Congo, Pérola Negra e Nação Rancho Alegre + Afoxé Filhos de Oyá, Batuque Povo do Mar e Grupo Afro Bérè. Qual é o Tom do Ceará? vai ao ar aos sábados, a partir das 12h, com apresentação e produção da jornalista Ian Gomes. A reprise acontece nas quartas-feiras, às 23h.

Vídeo relacionado

Sexta, 11 Maio 2018 11:39

Gonzagando

O programa Gonzagando da rádio FM Assembleia (96,7MHz) apresenta, nesta quinta-feira (10/05), gravações inéditas de Luiz Gonzaga e parceiros nas rádios cariocas Nacional e Mayrink, durante as décadas de 1940 e 1950.Entre as nove canções que serão apresentadas, "Eu Sou o Baião", de Humberto Teixeira foi ao ar em janeiro de 195, e "Quando Eu Morrer", parceria do Rei do Baião com Ari Monteiro, em agosto de 1947.Outros destaques são as gravações da canção "Resfolego", mais conhecida por "Vem Morena", de Luís Gonzaga e Zé Dantas, e a clássica "Asa Branca", parceria do Rei do Baião com Humberto Teixeira.A lista de músicas e as informações sobre as gravações, são do blog Girando o Prato, do músico, arranjador e compositor Daniel Gonzaga.Produzido por Fátima Abreu e apresentado por Gerardo Anésio, Gonzagando vai ao ar às quintas-feiras, a partir das 20h. A reprise acontece aos domingos, às 6h.

Vídeo relacionado

Quinta, 10 Maio 2018 12:50

Sons dos Festivais

O programa Sons dos Festivais apresenta, nesta quarta-feira (09/05), às 20h, músicas finalistas e vencedoras das edições do Festival da Canção Maestro Bebé. O evento, que teve sua 11º edição em 2018, acontece na cidade de Uruoca, região norte do Ceará. Este ano, o Festival contou com mais de 30 inscritos, sendo 21 selecionados para apresentações nas categorias Kids, Amador e Profissional. Com realização no dia 31 de março, o evento mobilizou artistas amadores e profissionais de cidades como Sobral, Senador Sá e Fortaleza, além dos moradores de Uruoca, cantando músicas já gravadas ou inéditas. Entre os compositores e intérpretes vencedores estão Amanda Pinheiro, Bruno Silva, Mário Paiva, Maria Clara Fonseca, Gleuciane Dias, Antônio Caetano, o grupo Transcendentais e a banda Novos Caetanos. O XI Festival da Canção Maestro Bebé teve na coordenação o maestro José Brasil Filho e na coordenação local, Ingred Rocha. Também serão apresentadas durante o programa composições e interpretações de Maria Alcina, Lulu Santos, Raul Seixas, Gonzaguinha, Almir Sater, Adriana Sperandir, Sílvio Barreira, Caetano Veloso, Raul Seixas, entre outros. Sons dos Festivais é produzido por Nazicélia Costa e apresentado por Haroldo Holanda. O programa vai ao ar às quartas, às 20h, e tem reprise aos sábados, às 16 horas.

Vídeo relacionado

Terça, 08 Maio 2018 14:24

Sinatra e Amigos

O programa Sinatra e Amigos, da FM Assembleia (96,7 MHz), destaca, nesta segunda-feira (07/05), os sucessos do ABBA. O grupo sueco se tornou notícia nas últimas semanas, ao anunciar um possível retorno.Durante a atração, clássicos de todas as épocas do grupo: "Dancing Queen", "The Winter Takes at All", "Chiquitita", "Fernando", "Lay All Your Love on Me", "Gimme Gimme Gimme", "Waterloo", "Mamma Mia", entre outros.Formado em Estocolmo, Suécia, o ABBA atingiu popularidade na década de 1970, o que os tornou um dos grupos mais bem-sucedidos comercialmente daquela época. Tem oito álbuns lançados, entre 1973 e 1981, além de dois ao vivo e diversas compilações. Recentemente, o grupo anunciou um retorno para a gravação de duas canções inéditas. Serão as primeiras em 35 anos.Sinatra e Amigos é transmitido todas as segundas-feiras, a partir das 20h, com reprise aos sábados, às18h.

Vídeo relacionado

Segunda, 07 Maio 2018 11:47

Qual é o Tom do Ceará?

Neste sábado (05/05), o programa Qual é Tom do Ceará? recebe o cantor e compositor Guto Ribeiro. Iniciando  a carreira pelo pop, o cearense segue hoje com estilo que mistura forró e sertanejo. No programa, o cantor comenta sobre a inspiração musical e destaca a recepção do último CD pelo público. Intitulado "O especialista de balada", o disco reúne diferentes ritmos e conta com hits como "Ar condicionado no 15", "Decreto liberado" e "Com amor não se brinca". O início da carreira, aos 14 anos, é marcado pela participação como vocalista da banda de pop rock Soul Pop. Há 15 anos, seguiu carreira solo e há seis trocou o pop pelo forró. Ao longo da trajetória, o cantor já gravou oito discos e dois DVDs, dividindo palco com artistas como Jota Quest e Ivete Sangalo. Qual é o Tom do Ceará? vai ao ar aos sábados, a partir das 12h, com apresentação e produção da jornalista Ian Gomes. A reprise acontece nas quartas-feiras, às 23h.

Vídeo relacionado

Segunda, 07 Maio 2018 11:43

Abluesando

O programa Abluesando desta sexta-feira (05/05) relembra a trajetória do músico Muddy Waters. No último dia 30 de abril completou o 35° aniversário de morte do artista. Nascido em quatro de abril de 1915, no meio de uma plantação de algodão no Mississippi, Estados Unidos, o pequeno McKinley Morganfield não previa que teria a música como profissão. Tempos depois, formaria sua primeira banda, com Scott Bohanner e Henry Simms. Entre os álbuns mais festejados do músico estão "Muddy Waters at Newport", “The Super Super Blues Band”, “The Electric Muddy”, “After The Rain”, “Fathers and Sons”, "The London Muddy Waters Sessions" e "King Bee" (seu último disco), além de obras que o ajudaram a alcançar três Grammys consecutivos, entre 1977 e 1979, como “Hard Again”, “I'm Ready” e “Muddy Mississippi Water Live”. No auge da carreira, recebeu até mesmo um convite para visitar a Casa Branca, então ocupada pelo polêmico Jimmy Carter. Vítima de um ataque cardíaco em Chicago, em 1983, Muddy Waters acabou morrendo, mas deixou, em seu vasto currículo, gravações históricas com Junior Wells, Buddy Guy, Rolling Stones e Eric Clapton. Produzido e apresentado pelo jornalista Robério Lessa, o Abluesando é transmitido todas as sextas-feiras, a partir das 20h.

Vídeo relacionado

Portal do Servidor

Enquete

Os problemas da segurança e enfrentamento às organizações criminosas desafiam os estados brasileiros. Como enfrentá-los?

Musicais - QR Code Friendly


 

  29ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500