Fortaleza, Terça-feira, 12 Dezembro 2017

Pesquisar

Processo virtual


Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Login

Renato Roseno denuncia ilegalidade na captação de água para porto do Pecém - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Quinta, 07 Dezembro 2017 12:00

Renato Roseno denuncia ilegalidade na captação de água para porto do Pecém

Avalie este item
(0 votos)
Dep. Renato Roseno ( PSOL ) Dep. Renato Roseno ( PSOL ) foto: Maximo Moura
O deputado Renato Roseno (Psol) afirmou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quinta-feira (07/12), que a retirada de águas em obras promovidas pelo Governo do Estado no Lagamar do Cauípe e nas dunas do Pecém para abastecimento do Complexo Industrial e Portuário do Pecém é ilegal. O parlamentar pontuou irregularidades ambientais, financeiras e legais na realização da obra e destacou dois requerimentos de sua autoria, que serão votados hoje, solicitando sua suspensão.

“Devemos suspender essas obras até que se encontrem meios alternativos e legais para o abastecimento da indústria”, disse, considerando a retirada de água da população para o abastecimento industrial como algo “escandaloso”.

A primeira irregularidade apontada por Renato Roseno foi a dispensa de licitação para a realização da obra. De acordo com ele, a Lei de Licitações define que o processo licitatório só é dispensado em caso de calamidade ou emergência. O estudo de impacto ambiental, assim como a consulta à população local, também não foram realizados.

Outro ponto exposto pelo parlamentar é o uso do Fundo de Defesa Civil para custear o empreendimento. Renato Roseno explicou que a lei que cria o fundo determina que seu objetivo é captar e controlar recursos financeiros para a execução de ações preventivas de socorro e assistência emergencial e de recuperação de áreas potencialmente atingidas por desastres.

Para o deputado, “desastre é o que o governo Camilo Santana está fazendo com a população em um estado que tem 97% do seu território cravado no semiárido, e a população sofre há anos com os efeitos da seca”.

Ele considerou que o governo está cometendo um “terrível equívoco”. Conforme observou, o governo despende um investimento bilionário para atrair empresas que gastam muita água e queimam carvão mineral, “promovendo mais seca, pela quantidade de água que consomem, e agravando, indiretamente, as mudanças climáticas”. “O governo está agindo irresponsavelmente com as presentes e futuras gerações”, afirmou.

Roseno informou que duas ações, uma popular e uma civil, estão tramitando neste momento e que a população do Pecém tem se manifestado no decorrer desta semana contra a continuidade dessas obras.

Em aparte, o deputado Odilon Aguiar (PMB) apontou que, a cada momento, as coisas “pioram no Ceará”. Ele cobrou resposta do Governo do Estado e pediu que o Poder Judiciário “barre essa aberração que está sendo cometida”.

PE/PN

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 110 vezes Última modificação em Quinta, 07 Dezembro 2017 14:02

Recadastramento

Portal do Servidor

Comitê / Frente

Enquete

Como você pretende utilizar o 13º salário?


 

  29ª Legislatura - Assembléia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500