Fortaleza, Terça-feira, 19 Fevereiro 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Quinta, 13 Dezembro 2018 11:27

Dra. Silvana quer debate sobre projeto Escola sem Partido

Avalie este item
(0 votos)
Dep. Dra. Silvana ( PR ) Dep. Dra. Silvana ( PR ) foto: Junior Pio
A deputada Dra. Silvana (PR) ressaltou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quinta-feira (13/12), o projeto “Escola Sem Partido”, de autoria dela, que foi retirado de pauta na reunião da Comissão de Educação na Casa.

Segundo a parlamentar, já que o projeto foi arquivado no Congresso Nacional, ela achou melhor retirar de pauta também na Assembleia. “Sou presidente da Comissão de Educação e dou o meu melhor. Esse projeto foi retirado de pauta por mim e isso é bom. Teremos tempo de debater mais e informar mais a população sobre os direitos dos alunos em sala de aula”, assinalou.

Dra. Silvana salientou que o "Escola sem Partido" é uma proposta informativa que busca conscientizar que os estudantes tem opiniões próprias e não podem ser doutrinados em sala de aula por um determinado ponto de vista. “Quanto mais pessoas souberem sobre a minha proposta melhor. Estamos abertos ao debate”, disse.A deputada destacou também que o presidente eleito Jair Bolsonaro é conservador. “As pessoas cansaram do modelo esquerdista de governar. A maioria das urnas escolheu. Isso é democracia. A doutrinação ideológica perdeu e a minoria vai precisar aceitar”, apontou.

A parlamentar elogiou a escolha da pastora Damares Alves como ministra dos Direitos Humanos. “Uma mulher de força que vai acolher as mulheres vítimas de violência, além de lutar pelos jovens e pelos direitos do povo, sem a tentativa perversa de erotizar crianças nas escolas. Ela vai assegurar que criança seja criança. Isso é um novo tempo para o Brasil”, comemorou.

Em aparte, o deputado João Jaime (DEM) se solidarizou com a parlamentar por agressões verbais sofridas na reunião das comissões técnicas. “Não deixaram a deputada falar, gritaram de maneira mal educada querendo impor a vontade da minoria. Parabenizo porque você não fraquejou e enfrentou os manifestantes de forma altiva. As urnas elegeram um modelo para governar o Brasil. A minoria precisa aceitar a democracia”, disse.

O deputado Ferreira Aragão (PDT) pontuou que o projeto "Escola sem Partido" é de grande importância para a sociedade. “O Brasil precisa resgatar o conservadorismo e, inclusive, vou apresentar proposta para que a oração do “Pai Nosso” seja obrigatória no início das aulas. Isso ensina respeito e temor”, defendeu.

GM/AT
 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 130 vezes

Portal do Servidor

Enquete

Você concorda com o Projeto de lei 832/2019, que tramita na Câmara Federal, extinguindo a exigência do exame para inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil ( OAB)?

Dra. Silvana quer debate sobre projeto Escola sem Partido - QR Code Friendly


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500