Fortaleza, Segunda-feira, 24 Fevereiro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Carlos Felipe critica adequação da Previdência estadual - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Campanha Mãos
Campanha Mãos
Campanha Mãos
Terça, 17 Dezembro 2019 11:26

Carlos Felipe critica adequação da Previdência estadual

Avalie este item
(0 votos)
Deputado Carlos Felipe Deputado Carlos Felipe Foto: Edson Júnior Pio
O deputado Carlos Felipe (PcdoB) anunciou, no primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (17/12), que votará contra o projeto de lei complementar que trata da adequação da Previdência Estadual.

O parlamentar salientou que sempre defendeu o Governo do Estado na Assembleia Legislativa por acreditar na gestão e ver grandes avanços promovidos, mas que no caso da Previdência, votar a favor do projeto n° 29/19 d seria ir contra sua consciência e o que prega seu partido. “Não posso votar a favor, pois em nível Federal, toda a minha bancada votou contra. Estive nas ruas, levantei bandeiras e compreendi que a reforma federal, que é outra, era muito ruim. As emendas ainda melhoraram muito a proposta, mas, ainda assim, foi péssima para o trabalhador”, justificou.

Carlos Felipe questionou se não haveria outra solução para o Estado, uma vez que não existe déficit atuarial. Ele ressaltou ainda a necessidade de análise mais profunda dos números antes de se aprovar a proposta. “Não existe deficit, existe rombo. Desviaram a finalidade. E a culpa não é do servidor. Precisamos ver os dados com profundidade e fazer as alterações necessárias, como fizeram os estados de Pernambuco e Maranhão. E o servidor terá que entender que a reforma é necessária, mas que ele não é o culpado”, salientou.

De acordo com o deputado, o Estado possui 62 mil servidores e em torno de 62 mil aposentados, totalizando cerca de 125 mil pessoas afetadas diretamente. Indiretamente toda a população depende do serviço público, portanto, se faz necessária a presença dos servidores durante a apreciação da matéria. “Esse momento marcará a história do Ceará e, em breve, seremos confrontados pela população. Peço ao presidente que permita a entrada dos trabalhadores, pois eles têm direito de estar nesta Casa e se manifestarem. Temos que ter segurança para darmos nosso voto, mas esta Casa é do povo. Que os servidores estejam aqui amanhã, pois será um dia muito importante."

Em aparte, o deputado Vitor Valim (Pros) afirmou que não é justo de fazer uma adequação, tirando de quem já não tem. “Ontem observamos na audiência que não tem déficit atuarial. Apresentarei requerimento no plenário para retirar a urgência dessa reforma, pois o assunto tem que ser melhor discutido. O povo merece nosso respeito”, opinou.

Já o deputado Audic Mota (PSB) parabenizou o colega deputado pelo posicionamento e ressaltou a delicadeza do momento. “Não fazer a reforma é um problema. Fazer é outro. E tudo merece muita discussão. O senhor está sendo coerente”, elogiou.
LA/AT
 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 766 vezes

Plano de Cargos

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Você concorda com proposta que altera lei dos royalties de petróleo, redistribuindo parte dos recursos do pré-sal conforme desempenho dos estados e municípios no Ideb?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500