Imprimir esta página
Sexta, 14 Fevereiro 2020 11:29

Leonardo Araújo denuncia ameaças de suposto assessor parlamentar

Avalie este item
(0 votos)
O deputado Leonardo Araújo (MDB) comentou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa, nesta sexta-feira (14/02), que teria recebido ameaças e ofensas de um suposto assessor parlamentar lotado na Casa. O fato teria sido motivado, após pronunciamento do deputado, na última quarta-feira (12/04).

"Eu fui surpreendido e agredido por essa pessoa, não mais por fake news, mas agora por mensagem de celular, com palavras baixas, grosseiras, irrepetíveis. Ele, que está lotado no gabinete da deputada Patrícia Aguiar (PSD), é responsável por espalhar notícias mentirosas e irresponsáveis sobre mim na região dos Inhamuns”, denunciou.

Leonardo Araújo adiantou que já registrou em cartório cópias das mensagens, entrará com uma representação na Ordem dos Advogados do Brasil, secção Ceará (OAB/CE), e também vai solicitar um posicionamento da Mesa Diretora da Casa. “Este cidadão está lotado nesta Casa, onde sou representante do povo, eleito pelo povo. Esse ataque não é só a mim, mas ao Parlamento. Até porque essas ofensas foram motivados por atividades do meu mandato. Eu estou correndo risco de vida por não me calar, mas é papel dessa Casa manter a integridade desse parlamentar”, afirmou.

O deputado informou também que o suposto funcionário responde a processos por envolvimento em vazamento de imagens pessoais de outra servidora e por agressão.

Leonardo Araújo ressaltou ainda que nos pronunciamentos, em nenhum momento, partiu para o cunho pessoal, apenas político. “O que falei é que, entre tantas outras coisas, Domingos Filho quer destruir o MDB ao sugerir a mudança de partido a alguns prefeitos cearenses, tentando levá-los para o PSD. Minha missão é denunciar qualquer irregularidade política ou social que esteja acontecendo no nosso Estado”, pontuou.

A deputada Dra. Silvana (PL), em aparte, solidarizou-se com Leonardo Araújo por já ter sofrido com notícias falsas. “Sei o que é ser atacada em decorrência do nosso trabalho. Sei o que vossa excelência está sofrendo, bem como sua família, com essa situação. Eu lhe conheço e aprendi a caminhar com você. Seria injusto ver isso e não me solidarizar”, disse.

O deputado Audic Mota (PSB) afirmou que o pronunciamento de Leonardo Araújo é “forte” e que a AL deve tomar providências. “Se uma pessoa diz que vai quebrar uma garrafa em sua cabeça, em um lugar público, ela é capaz de tudo. Essa Casa deve tomar as medidas cabíveis para garantir a segurança do parlamentar e todos nós que temos esse papel, seja esse servidor lotado onde for”, afirmou.

A deputada Patrícia Aguiar (PSD), que solicitou direito de resposta, afirmou estar sofrendo ataques pessoais, e que iria “responder com maturidade”. Solicitou que o lado pessoal fosse preservado nos debates. “Quanto ao funcionário mencionado, esta pessoa não está lotada em meu gabinete, pois não compactuo com esse tipo de coisa. Diariamente esse tipo de ataque existe e, infelizmente, nós deputados, não temos controle das atitudes de outras pessoas. Daqui para frente, eu peço respeito a mim, ao meu filho e a minha família nesta Casa. Que não exponham mais nosso nome para esse tipo situação.”
GS/AT/LF
 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 803 vezes Última modificação em Sexta, 14 Fevereiro 2020 12:32

Mais recentes de Fotografia

Itens relacionados (por tag)