Fortaleza, Quinta-feira, 01 Outubro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Dra. Silvana discorda de Ely e defende fim de perícia na prisão de suspeitos - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 05 Junho 2018 14:56

Dra. Silvana discorda de Ely e defende fim de perícia na prisão de suspeitos

Avalie este item
(0 votos)
Dra. Silvana discorda de Ely e defende fim de perícia na prisão de suspeitos foto : Paulo Rocha
A deputada Dra. Silvana (PR), em pronunciamento no tempo de liderança da sessão plenária desta terça-feira (05/06), defendeu debate mais aprofundado sobre requerimento apresentado no Plenário pelo deputado Ely Aguiar (PSDC), para que os exames de corpo de delito de suspeitos de crimes possam ser feitos nos postos de saúde e hospitais, de forma a dar maior agilidade ao trabalho da Polícia.

Dra. Silvana afirmou que levar o bandido para fazer exame de corpo de delito nos postos de saúde ou hospitais não vai resolver o problema. Segundo a parlamentar, isso pode causar desconforto entre a população que está aguardando atendimento de saúde, uma vez que o bandido vai passar na frente daqueles que estão à espera de atendimento.

A parlamentar disse que é preciso rever essa política de segurança que prioriza o bandido e não o cidadão. Na opinião da deputada, não há necessidade de uma perícia médica para efetuar a prisão de um bandido. Por conta disso, os policiais ficam 2, 3 horas ou mais na porta do IML esperando  fazer o exame de corpo de delito no preso, para só depois disso levá-lo até a delegacia. “As instituições visam somente proteger quem nos agride”, desabafou.

A deputada adiantou ainda que hoje em dia o policial é limitado para agir contra os bandidos e lembrou que, quando era criança, só tinha um delegado para garantir a segurança de todo o bairro e ele era respeitado. “O Estado, o País caminharam para uma situação de descontrole social. Eu trabalho e luto é para denunciar esses tempos construídos por uma política permissiva demais”, declarou.

Em aparte, o deputado Ely Aguiar informou que o exame de corpo de delito é obrigatório e o que ele sugeriu, através de requerimento, foi que o exame fosse feito nos postos ou em um hospital para desburocratizar, porque tem recebido queixas de policiais dizendo que ficam uma, duas ou mais horas no IML à espera do exame no preso. E adiantou que não concorda com a liberação do exame porque nem todo preso é bandido. “Uma pessoa pode ser presa por acidente de trânsito, por uma briga de jogo de futebol ou briga por religião”, afirmou.

WR/CG

 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 886 vezes Última modificação em Terça, 05 Junho 2018 15:38

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Você concorda com a criação de novo tributo que compense gastos com programas sociais e a desoneração da folha de pagamento?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500