Fortaleza, Quinta-feira, 02 Dezembro 2021

Pesquisar

Alcance ENEM

Alece 2030

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Login

Delegado Cavalcante quer realização de concurso para socioeducador - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Quinta, 05 Agosto 2021 16:18

Delegado Cavalcante quer realização de concurso para socioeducador

Avalie este item
(0 votos)
Delegado Cavalcante quer realização de concurso para socioeducador Foto: José Leomar
O deputado Delegado Cavalcante (PTB) comunicou, no tempo de explicações pessoais da sessão plenária presencial e remota da Assembleia Legislativa desta quinta-feira (05/08), que estava ingressando com uma ação na Justiça Estadual com pedido de anulação do edital de seleção para novos contratados para o cargo de socioeducador pelo Governo do Estado.

Segundo o parlamentar, foi aprovada na Assembleia Legislativa, com o voto contrário dele, projeto de lei complementar que permite ao Governo do Ceará fazer a contratação de pessoal para trabalhar como socioeducador por meio de uma seleção simplificada ou currículo. Conforme adiantou, o Governo baixou um edital para fazer essas novas contratações por seleção. "Nós estamos entrando na Justiça contra essa seleção. Já comuniquei ao presidente do meu partido, Roberto Jefferson, e também estamos pretendendo entrar com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) contra o Governo do Ceará”, informou.

O parlamentar agradeceu o apoio do deputado Soldado Noelio (Pros), que entrou com um pedido de explicação junto ao Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) e disse que esse documento será essencial para a entrada na Justiça Estadual contra a seleção que o Governo do Estado pretende fazer. "Vamos unir o PTB e o Pros numa Ação Direta de Inconstitucionalidade para que a seleção de socioeducador não seja feita por currículo", afirmou.

De acordo com o deputado, esse tipo de seleção pode conter fraude por meio dos famosos "QI" (Quem Indica) e o que os socioeducadores querem é a seleção por concurso público. "Essa é uma profissão de risco, em que se trabalha com detentos de alta periculosidade, portanto esses profissionais merecem uma atenção especial do poder público", ressaltou.

Segundo o parlamentar, esse tipo de seleção acaba criando uma situação muito difícil para esses profissionais, em que os "peixes" acabam sendo os escolhidos. “A partir do momento em que se faz uma escolha subjetiva, o indicado para o cargo será aquele que defende um determinado sistema político.”

O deputado informou que, no município de Sobral, os socioeducadores foram terceirizados, e fazer seleção simplificada é um retrocesso para o estado do Ceará.

WR/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 248 vezes Última modificação em Quinta, 05 Agosto 2021 16:33

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500