Fortaleza, Sábado, 25 Junho 2022

Pesquisar

Comunicação

Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia
Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos

Programa Alcance

Alece 2030

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislativo

Projetos / Cursos

Publicações

Login

Alece debate lei que reserva vagas a mulheres vítimas de violência - QR Code Friendly
Terça, 17 Mai 2022 08:30

Alece debate lei que reserva vagas a mulheres vítimas de violência Destaque

Avalie este item
(0 votos)
Alece debate lei que reserva vagas a mulheres vítimas de violência Foto: Divulgação
A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Alece) realiza, nesta quarta-feira (18/05), às 14h30, audiência pública para debater a efetivação da lei que reserva vagas de trabalho às mulheres vítimas de violência doméstica no Ceará. Proposto pela deputada Augusta Brito (PT), o debate acontece no Complexo de Comissões Técnicas da Casa.

Conforme a parlamentar, a Lei nº 17.984/2022, sancionada no último dia 18 de março pelo então governador, Camilo Santana, visa garantir a inserção no mercado de trabalho das mulheres vítimas de violência doméstica e em situação de vulnerabilidade social, proporcionando-lhes a oportunidade de trabalhar com dignidade e atingir a independência financeira.

Augusta Brito ressalta, no entanto, que as beneficiárias em questão têm encontrado dificuldade no atendimento adequado para o encaminhamento às vagas de emprego garantidas pela legislação.

“Importante destacar que, sem independência financeira, as vítimas seguem no relacionamento, mesmo que estejam claros os sinais de que romper a relação com o agressor é a única e melhor saída. Contudo, para conseguir se livrar do ciclo de violência, há necessidade de poder econômico e estabilidade financeira mínima”, assinala a deputada.

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Estimativas globais publicadas pela Organização Mundial de Saúde indicam que uma em cada três mulheres – cerca de 736 milhões – já foi submetida à violência física ou sexual por parte de seu parceiro ou violência sexual por parte de um não parceiro.

Além disso, dados disponibilizados pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE) mostram que, de janeiro a agosto de 2021, foram registradas 12.206 ocorrências de violência doméstica tipificadas na Lei Maria da Penha.

BD/LF

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 278 vezes Última modificação em Terça, 17 Mai 2022 15:46

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500