Fortaleza, Terça-feira, 22 Setembro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Solenidade homenageia obreiros da Igreja Universal - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Sexta, 26 Agosto 2016 20:58

Solenidade homenageia obreiros da Igreja Universal

Avalie este item
(1 Voto)
Homenagem ocorreu no Plenário 13 de Maio Homenagem ocorreu no Plenário 13 de Maio Divulgação AL-CE
O Dia do Obreiro Universal foi celebrado em sessão solene na noite desta sexta-feira (26/08), no Plenário 13 de Maio, da Assembleia Legislativa. A solenidade atendeu requerimento do deputado David Durand (PRB), que parabenizou os obreiros por seu trabalho de dedicação e amor ao próximo.
“O sentido da vida está em dedicar-se ao próximo. Vivemos em um mundo individualista e materialista, onde as pessoas estão preocupadas apenas consigo mesmas e seus próprios interesses. Os obreiros têm se dedicado com amor ao próximo, seguindo o ensinamento de Jesus Cristo. Isso faz com que encontrem o verdadeiro sentido da vida, que é o amor”, definiu o parlamentar.
 
No final da década de 70, ainda quando a Igreja Universal iniciava o processo de evangelização, foi iniciado o trabalho dos obreiros.  Eles voluntariamente se colocam à disposição dos sofridos, realizando atendimento espiritual. Nas igrejas, é o auxiliar do pastor, visto também como autoridade espiritual e eclesiástica. Atualmente, existem seis mil obreiros no Ceará e cerca de 70 mil em todo o Brasil.
 
O Dia do Obreiro Universal foi instituído no Calendário Oficial de Eventos do Ceará a partir da lei Lei Estadual nº 15.722, de 26 de dezembro de 2014, de autoria do então deputado estadual Ronaldo Martins, hoje deputado federal (PRB/CE). Em seu discurso, o deputado David Durand também rendeu homenagens ao deputado federal.
 
Durante a solenidade, foram homenageados com placas da Assembleia Legislativa os obreiros da Igreja Universal do Reino de Deus Benilda Rodrigues da Conceição, Francisco Walter Alves de Sousa, Álvaro Ferreira de Lima, Maria Eunice Castelo Branco Gomes e Genoveva Quariguasi Frota da Costa, todos representando os obreiros mais idosos; além dos fundadores do trabalho da Igreja Universal no Ceará, pastor Odenir Laprovita Vieira e sua esposa, Vera Vieira.
 
Também receberam placas de homenagem os bispos Odivan Pagnocelli, responsável pelo trabalho da Igreja Universal do Reino de Deus no Estado do Ceará; Gilmar Rosas, responsável pelos obreiros no Ceará; e Roberto Mauzer, responsável pelos obreiros no Brasil; e o deputado federal Ronaldo Martins, representado pelo vereador de Fortaleza Gelson Ferraz (PRB).
 
O bispo Gilmar Rosas se dirigiu aos obreiros presentes no Plenário 13 de Maio, explicando os motivos pelos quais eles foram escolhidos para representar os seis mil obreiros cearenses na sessão solene. “Os obreiros com mais tempo de obra representam a maturidade e a experiência. Vocês são naturalmente exemplo para todos os obreiros que estão chegando agora. Vão dar aos novatos exemplo de como ganhar almas e discipulá-las, até se tornarem, quem sabe, obreiros também, se for da vontade de Deus”, disse.
 
A solenidade contou com a participação dos vereadores de Fortaleza Gelson Ferraz (PRB) e Carlos Dutra (Pros); do vereador de Caucaia João Andrade (PRB); dos pastores Wilson Passos, José Antônio Marreiro da Silva e Rondinellle de Jesus Santos; e da obreira Weryka Samille Souza de Azevedo, acompanhada do tecladista Vitor Madureira Soares, que interpretaram canções durante a sessão solene.
 
LF/GS

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 3783 vezes Última modificação em Sexta, 26 Agosto 2016 21:48

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

As mudanças de hábito promovidas pela pandemia da Covid-19 serão incorporadas pela sociedade?