Fortaleza, Terça-feira, 18 Junho 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Segunda, 10 Dezembro 2018 12:17

Internautas reconhecem que não adotam medidas preventivas ao câncer de pele

Avalie este item
(0 votos)
A enquete do Portal da Assembleia Legislativa, veiculada entre os dias 3 e 10 de dezembro, questionou se os internautas adotam medidas para se proteger da exposição excessiva ao sol, já que este é o mês de combate ao câncer de pele, que procura alertar para os cuidados necessários.

Enquanto 73,9% dos participantes responderam que sempre esquecem este tipo de cuidado, os demais 26,1% afirmaram que diariamente utilizam protetor solar, independente da situação climática e da intensidade dos raios solares.

Para o deputado Carlos Felipe (PCdoB), o resultado da enquete reforça a necessidade de conscientizar a população sobre a importância da prevenção ao câncer de pele. “As campanhas de conscientização pontuais são importantes, mas creio que uma educação constante e continuada feita pelas instituições públicas seja mais efetiva para esse propósito”, destaca.

O deputado Antônio Granja (PDT) avalia como preocupante o descuido da população em relação à prevenção ao câncer de pele. “É um descuido rotineiro, mesmo sabendo os cuidados que deveriam ser tomados, com a exposição ao sol, principalmente”, aponta.

Ele ainda salienta que “as pessoas não têm tomado nenhuma medida protetiva, o que é lamentável, pois muitos casos de câncer de pele poderiam ser evitados se todos esses cuidados fossem realizados”.

O deputado Heitor Férrer (SD) também lamenta que, mesmo em um estado ensolarado como o Ceará, grande parte da população ainda subestime os efeitos nocivos da exposição solar. Ainda de acordo com ele, o câncer de pele é facilmente prevenido apenas com a adoção de cuidados básicos, como evitar a exposição prolongada ao sol, utilizar sempre o filtro solar, bonés e roupas que protejam do sol, por exemplo. “É preciso fortalecer as campanhas e movimentos de conscientização sobre a doença, para que esses pequenos cuidados virem hábitos da população”, assinala.

A dermatologista Lia Albuquerque ressalta que a resposta dos internautas demonstra a necessidade de fortalecer a educação a respeito do uso regular do protetor solar, que ela considera como uma medida simples, mas que tem um impacto enorme quando se fala em prevenção do câncer de pele.

“Essa educação deve ser iniciada desde a infância e se tornar um hábito, do mesmo modo que escovar os dentes e tomar banho, por exemplo”, comenta a dermatologista.

Ela acrescenta ainda que a Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda que o protetor solar seja usado a partir dos seis meses de vida, e que antes disso, deve-se evitar a exposição direta do bebê ao sol. “Isso é importante, porque a exposição solar na infância aumenta o risco de câncer de pele na vida adulta”, pontua.

RG/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 300 vezes Última modificação em Quarta, 12 Dezembro 2018 09:21

Portal do Servidor

Enquete

Você costuma doar sangue?

Internautas reconhecem que não adotam medidas preventivas ao câncer de pele - QR Code Friendly


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500