Imprimir esta página
Segunda, 11 Novembro 2019 13:31

Internautas discordam da alteração nas regras da reforma administrativa

Avalie este item
(0 votos)
Enquete do Portal da Assembleia Legislativa, realizada entre os dias 04 e 11 de novembro, perguntou se internautas concordam com proposta federal de reforma administrativa, que muda regras no ingresso de novos servidores públicos.

Dos que responderam a consulta, 68,4% são contra, considerando que a retirada de direitos adquiridos pode causar prejuízos aos servidores e à população. Outros 31,6% acreditam que as novas regras podem contribuir para a melhoria da qualidade do serviço público.

O deputado Renato Roseno (Psol) afirma que a maioria dos internautas reconhece que o objetivo da reforma do atual Governo Federal “é desmontar o serviço público”. Segundo ele, apenas 12% da força de trabalho nacional são servidores públicos. Na avaliação do parlamentar, a parte mais atingida por esse desmonte “é a sociedade mais pobre e que tem exclusividade dos serviços públicos para garantia de seus direitos”.

Para o deputado Sérgio Aguiar (PDT), nenhum governo pode acabar com conquistas consideradas “vitórias suadas adquiridas ao longo dos tempos.”

Na mesma linha se manifesta o deputado Acrísio Sena (PT). Para o parlamentar, a proposta “penaliza o servidor público”. “Qualquer reforma administrativa terá que vir para fortalecer o servidor; garantir melhor atendimento à população e, acima de tudo, no papel que cumpre o Estado para atender as políticas públicas do nosso País”, pondera.

O procurador do Município de Fortaleza e presidente da Comissão Estadual do Advogado Público da OAB-CE, advogado Pedro Quariguasi, acredita que a mudança planejada pelo Governo vai retirar prerrogativas que “não servem somente ao servidor, e sim à sociedade. “A Constituição prevê o ingresso nas carreiras mediante concurso público, que, de forma correta, garante independência do servidor e a qualificação”, afirma. “Essa mudança vai afetar a qualidade do serviço público”, avalia.


LS/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 998 vezes Última modificação em Quinta, 14 Novembro 2019 15:03

Mais recentes de Fotografia

Itens relacionados (por tag)