Fortaleza, Sábado, 24 Julho 2021

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Login

Deputados avaliam papel da vacina na imunização contra a Covid-19 - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 19 Janeiro 2021 09:58

Deputados avaliam papel da vacina na imunização contra a Covid-19 Destaque

Avalie este item
(0 votos)
Deputados avaliam papel da vacina na imunização contra a Covid-19 Foto: divulgação Internet
Com a autorização pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), no último domingo (17/01), que liberou o uso emergencial no Brasil das vacinas Coronavac e da Universidade de Oxford contra a Covid-19, estados e municípios se mobilizam para imunizar a população contra a doença.

Diante dessa nova realidade, ganha força o debate sobre a importância da vacinação. Para o deputado Fernando Hugo (PP), a vacinação é um procedimento médico preventivo, que faz com que as populações adquiram individualmente anticorpos para o combate a várias doenças, sejam elas provocadas por bactérias, fungos ou vírus.

Sendo assim, o parlamentar considera a vacina como o ato que consagra a prevenção no seio de toda e qualquer sociedade do mundo. "Está aí a grandeza que nós médicos temos, ao tornar possível que as famílias busquem na vacina a prevenção de doenças", aponta.

Fernando Hugo destaca que em relação à Covid-19, em especial, deve haver o incentivo para que todos os brasileiros busquem se vacinar, entendendo que quanto mais pessoas forem vacinadas menor será o índice de contágio da doença dentro da população.

"Vacinar-se é um ato de amor à sua saúde e de amor à saúde de todos. A vacinação é o ato mais bravo que a medicina pública brasileira deve ter como lema atual. Sem politicagens, sem a defesa de teses ideológicas, devemos nos vacinar para proteger nossas famílias, a nós mesmos e a sociedade", salienta o deputado.

O deputado Acrísio Sena (PT) ressalta que a imunização contra o novo coronavírus garante a volta da normalidade e da segurança, além de significar o reconhecimento de um trabalho executado à luz da ciência e da orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Ainda segundo ele, a chegada da vacina ao Ceará é a culminância de todo um trabalho desenvolvido pelo governador Camilo Santana desde o início da pandemia. "O governador vai colher agora esses frutos, dando a boa notícia ao povo cearense, apresentando o cronograma de execução das vacinas", assinala.

Acrísio Sena enfatiza que o governador assegura que o Ceará está preparado para executar a logística de distribuição das doses da vacina, fazendo com que a vacinação chegue a todos os municípios do Estado no mais breve tempo possível.

Já na avaliação do deputado Lucílvio Girão (PP), a imunização contra a Covid-19 não deve ser obrigatória. Par ele, o debate sobre a eficácia das vacinas, envolvendo os melhores cientistas do Brasil, deve ser aprofundado para que a população se sinta mais segura a aderir ou não à vacinação.

"Obrigatoriedade não, democracia sim. O Brasil é um país democrático. A pessoa que quiser tomar toma. Quem não quiser não toma. A responsabilidade é dele. É o meu ponto de vista como médico", opina o parlamentar.

RG/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 488 vezes

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500