Fortaleza, Sexta-feira, 22 Outubro 2021

Pesquisar

Alcance ENEM

Alece 2030

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Login

Procuradoria da Mulher notifica Câmara de Iguatu sobre agressão política - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Segunda, 20 Setembro 2021 11:37

Procuradoria da Mulher notifica Câmara de Iguatu sobre agressão política

Avalie este item
(0 votos)
A Procuradoria Especial da Mulher (PEM) da Assembleia Legislativa do Ceará notificou oficialmente a Câmara de Iguatu solicitando providências sobre possível violência política sofrida pela presidente do Legislativo municipal, vereadora Eliane Braz (PSD), em uma discussão com o vereador Louro da Barra (Republicanos). O episódio aconteceu ao final da sessão da Casa, na última quinta-feira (16/09), e gerou reações no meio político, com denúncias de machismo por parte do parlamentar.

De acordo com a nota da Procuradoria, a notificação à Câmara de Iguatu tem como fundamento o art.36-G do Regimento Interno da Assembleia, que prevê à PEM “receber, examinar e encaminhar aos órgãos competentes denúncias de violência e discriminação contra a mulher”.

O documento destaca também que, desde agosto último, o Brasil conta com uma legislação que estabelece regras para definir, reprimir e combater a violência política contra a mulher durante as eleições e no exercício de direitos políticos e de funções públicas. Conforme a Lei 14.192/2021, considera-se violência política contra as mulheres toda ação, conduta ou omissão com a finalidade de impedir, obstaculizar ou restringir os direitos políticos delas.

“A Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa estará atenta aos casos que configurem, no estado do Ceará, quaisquer tipos de violação ao exercício do mandato ou atuação das mulheres na política”, finaliza a nota.

Eliane Braz é a única vereadora na Câmara Municipal de Iguatu. Vídeo compartilhado por ela nas redes sociais mostra a presidente questionando o vereador Louro da Barra. "Você vai gritar todo mundo aqui?", enquanto o parlamentar responde: "É mulher, tem que falar mesmo". Eliane Braz compartilhou as imagens, que trazem a afirmação “Iguatu não tolera mais político machista”, acompanhadas pela legenda “Nós vamos lutar! Mulher tem voz ativa, sim!”.

O deputado Marcos Sobreira (PDT), ao tomar conhecimento do caso, no dia do ocorrido, repudiou a fala do vereador e comunicou, por meio das redes sociais, que acionaria a Procuradoria Especial da Mulher da AL para que se posicionasse sobre o episódio. "Vejo com muita tristeza e indignação os ataques machistas recebidos pela presidente da Câmara Municipal de Iguatu. Esse tipo de atitude fere não apenas a vereadora, mas todas as mulheres que lutam diariamente por seu espaço na sociedade", afirmou.

O prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor (PSD), esposo de Eliane Braz, solidarizou-se com a vereadora, reiterou ser contra todo tipo de violência contra as mulheres e considerou que a violência política e o machismo são as ferramentas que mais impedem que elas alcancem espaços de poder e de decisão. “Isso precisa ter um fim! O que aconteceu na última sessão da Câmara Municipal envergonha o nosso município. Ao vereador agressor, fica o nosso repúdio”, enfatizou.
GS/LF

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 233 vezes Última modificação em Segunda, 20 Setembro 2021 13:32

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500