Fortaleza, Terça-feira, 17 Mai 2022

Pesquisar

Comunicação

Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia
Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos

Programa Alcance

Alece 2030

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislativo

Projetos / Cursos

Publicações

Login

AL debate construção de usina de dessalinização em Fortaleza - QR Code Friendly
Segunda, 25 Outubro 2021 15:48

AL debate construção de usina de dessalinização em Fortaleza

Avalie este item
(0 votos)
A Comissão de Direitos Humanos e Cidadania (CDHC) e a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento do Semiárido (CMADS) da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará realizam, nesta terça-feira (26/10), audiência pública para discutir o projeto de implantação da Usina de Dessalinização da Praia do Futuro, em Fortaleza. O debate está marcado para as 9h, no auditório Murilo Aguiar.

De acordo com o Governo do Estado, está prevista no local a construção da maior usina de dessalinização de água do mar do País. O equipamento terá a capacidade de produzir 1 m³/s de água, e o empreendimento vai incrementar a oferta de água na capital e Região Metropolitana em 12%. Ainda segundo o Governo do Estado, cerca de 720 mil pessoas serão beneficiadas na capital, abrangendo a área dos bairros Papicu, Varjota, Cidade 2000, Praia do Futuro, Caça e Pesca, Cais do Porto, Serviluz, Vicente Pinzón, Dunas, Aldeota e adjacências.

O presidente da CDHC, deputado Renato Roseno (Psol), autor do requerimento, informa que a audiência pública se faz necessária por conta dos potenciais impactos ambientais, sociais e urbanos que a obra poderá proporcionar.  "Os estudos publicados sobre o impacto ambiental das plantas dessalinizadoras localizam como um dos maiores desafios a influência da salmoura nos atributos físico-químicos dos ecossistemas receptores. Registram-se impactos sobretudo em relação à salinidade e à temperatura da descarga de salmoura. Dessa maneira, os efeitos da pluma salina podem se fazer sentir a partir de metros ao redor da descarga, e a centenas de quilômetros em casos extremos", explica.

O parlamentar acrescenta ainda que a proximidade do empreendimento, previsto para uma região de circulação, lazer e desenvolvimento de atividades econômicas, alerta para a possibilidade de violação de direitos da população
fortalezense.

Outra preocupação, segundo o parlamentar, é com a contaminação acústica, que é descrita na literatura internacional, relativa aos impactos durante a construção de plantas dessalinizadoras e em sua fase de operação, principalmente o ruído advindo da sua fase de operação. Igualmente preocupante, conforme Roseno, é o ruído que se produz no momento de elevar a pressão de impulsão da água de alimentação por cima da pressão osmótica das membranas.

Foram convidados para o debate moradores, empresários do turismo e do lazer, pesquisadores, organizações sociais dos bairros afetados, ambientalistas e toda a coletividade cearense interessada no tema da segurança hídrica e no da conservação do meio ambiente.

WR/LF
 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 760 vezes Última modificação em Terça, 26 Outubro 2021 12:30

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500