Fortaleza, Segunda-feira, 21 Agosto 2017

Pesquisar

Processo virtual


Projetos

Publicações

Eventos e Destaques

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela inativa
 
Tamanho letra:

FRENTE PARLAMENTAR DE COMBATE AO AEDES AEGYPTI

INSCREVA-SE AQUI!!!

Diante da grave crise epidêmica de dengue, zika e chikungunya que assola o Estado, a Assembleia Legislativa do Ceará, enquanto poder fiscalizatório e propositivo, decidiu entrar na guerra contra o mosquito Aedes aegypti.

A Frente Parlamentar de Combate ao Aedes aegypti foi instituída no dia 23 de março de 2016, pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque, com o objetivo de colaborar e articular, em conjunto com a sociedade civil, medidas para a erradicação do mosquito Aedes aegypti, vetor de transmissão das doenças dengue, zika e chikungunya.

O colegiado é presidido pelo líder do PSDB na Assembleia Legislativa, deputado Carlos Matos, e tem como integrantes os parlamentares: Deputado Leonardo Pinheiro (PP), relator; Deputado José Sarto (PDT); Deputado Fernanda Pessoa (PR); Deputado Agenor Neto (PMDB); Deputado Roberto Mesquita (PSD); e Deputado Evandro Leitão (PDT).

COMBATE AO MOSQUITO

Desde que foi instituída, a Frente Parlamentar de Combate ao Aedes aegypti já realizou diversas ações na busca pela promoção de uma maior articulação entre as instituições privadas, públicas (no âmbito estadual, municipal e federal) e sociedade civil.

Através de uma maior aglutinação com as propostas das entidades representativas de todas as camadas da sociedade, a Frente pretende formular ações estratégicas efetivas para combater o Aedes aegypti.

Desse modo, já foram realizadas oito reuniões técnicas, uma oficina temática, três audiências públicas, uma visita ao município de Pedra Branca e um encontro regional em Quixeramobim.

   Voltar...

 

Recadastramento

Portal do Servidor

Comitê / Frente

Enquete

Com 11 anos de aprovação, a Lei Maria da Penha tem ajudado a combater a violência contra a mulher?

Sim, abriu espaço para a denúncia, responsabilização de agressores e proteção às vítimas - 39.5%
Não, a violência contra mulheres só tem aumentado - 4.4%
A lei deu mais visibilidade à violência de gênero, mas a impunidade de agressores ainda é grande - 56.1%
A votação para esta enquete foi encerrada em: %21 %b %2017 - %00:%Ago


 

  29ª Legislatura - Assembléia Legislativa do Ceará                                                                                    Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500