PROJETO DE LEI N�100 / 2007

 

 

Denomina de avenida Carlos de Albuquerque Lima, a CE 176, no trecho de seuentroncamento com a CE 187 at� o campo de pouso�� dacidadede Tau� - CE.

 

 

A ASSEMBL�IA LEGISLATIVA DO ESTADO DO CEAR�

 

D E C R E T A:

 

Art.1� Fica denominada de Avenida Carlos de Albuquerque Lima, a CE 176, no trecho de seu entroncamento coma�� CE 187at��� o campo de pouso da Cidade de Tau� - Ce.

Art. 2� Esta Lei entra em vigor na data de sua publica��o.

Art. 3� Revogam-se as disposi��es em contr�rio.

 

 

�������� PLEN�RIO DA ASSEMBL�IA LEGISLATIVA DO ESTADO DO CEAR�, 26 DE ABRIL DE 2007

 

 

 

Deputado Domingos Filho

Presidente

 

 

 

 

JUSTIFICATIVA

 

 

����������� Nascido em Paracur�, Cear�, no ano de 1916, Carlos Albuquerque Lima passaria a ser um dos pioneiros no sistema de transporte urbano em fortaleza, vindo a fundar a Autovi�ria S�o Vicente de Paulo Ltda., em 1951.

�������� Sua vida de trabalhador iniciou-se desde muito cedo, Carlos Albuquerque Lima, era um homem de vis�o, queria realizar. Al�m de levar o transporte aos bairros mais afastados, ligando-os ao centro da cidade, ainda inovou na contrata��o do seu corpo de funcion�rios, sendo o primeiro empres�rio a contratar deficientes f�sicos para exercer as mais variadas fun��es dentro de sua empresa. Esta pr�tica passou a ocorrer desde 1955, onde houve per�odos em que se chegava a ter at� 10% de deficientes f�sicos, trabalhando a maioria deles como cobrador. Empres�rio que caracterizava-se tamb�m pela maneira singular com que tratava seus empregados, contagiando todos com seu esp�rito humanit�rio e acima de tudo tinha a humildade dos s�bios.

�������� Empres�rio de sucesso neste setor, fundou juntamente com outros empres�rios, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Cear�, o atual Sindi�nibus. Foi presidente desta entidade no per�odo de 1960 a 1962, lutando pela expans�o do transporte em Fortaleza, ligando comunidades mais distantes ao centro da Cidade.

�������� De extremada simplicidade, Carlos de Albuquerque Lima era um homem reconhecido por isso. Foi homenageado ao longo de sua hist�ria, pela maneira humana com a qual pautou sua vida empresarial, com v�rias medalhas e t�tulos como a Ordem do M�rito Judici�rio do Trabalho, no grau de Comendador (1991), Medalha Botic�rio Ferreira, pela C�mara Municipal de Fortaleza (1994), M�rito do Transporte Urbano Brasileiro (1997) e Medalha JK do M�rito do Transporte, no Grau de Oficial (1999).

Faleceu no dia 03 de agosto de 1999, aos 83 anos de idade, sendo referencial de homem e empres�rio.