Notícias

Alece celebra 150 anos de presença italiana no Brasil e sua atuação no Ceará

Por Pedro Emmanuel Goes
17/06/2024 16:39 | Atualizado há 1 mês

Compartilhe esta notícia:

- Foto: Máximo Moura

A Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Alece) realizou, na tarde desta segunda-feira (17/06), sessão solene em homenagem aos 150 anos da colônia italiana no estado do Ceará. Durante a homenagem proposta pelos deputados Felipe Mota (União), Dra. Silvana (PL) e Dr. Oscar Rodrigues (União), foi ressaltada a “troca cultural” entre Brasil e Itália desde a chegada dos primeiros imigrantes e os benefícios gerados a partir disso.

Conforme o deputado Felipe Mota, a presença dos italianos no Ceará transformou a economia do Estado ao longo desses 150 anos. Ele destacou o trabalho realizado pelo empresário Pedro Grendene Bartelle, cuja atuação, ainda de acordo com o parlamentar, revolucionou a indústria calçadista cearense.

“Os italianos nos tornaram referência na indústria, e os impactos sociais e econômicos, a partir da geração de empregos, nos tornaram uma das maiores economias do Nordeste. O Ceará concede, dessa forma, uma contribuição que o País agrega, e todos crescemos a partir disso”, refletiu.

O empresário Pedro Grendene, em contrapartida, agradeceu o acolhimento do Ceará aos seus conterrâneos quando de sua chegada no Estado, ainda na década de 1990. Segundo ele, seus antepassados não imaginaram que os objetivos traçados quando da imigração seriam ultrapassados por seus filhos, netos e bisnetos.

Empresário Pedro Grendene agradece acolhida de cearenses e destaca trabalho da comunidade italiana / Foto: Máximo Moura

 

“Nossos pais e avós realizaram um trabalho incansável, arriscado, em busca de uma vida melhor aqui no Brasil. E fico muito orgulhoso de fazer parte da história desse Estado e de a comunidade italiana estar tão ligada ao desenvolvimento desta terra abençoada”, elogiou.

Esse intercâmbio também foi exaltado pela diplomata Maria Salamandra, representante da Embaixada Italiana no Brasil. De acordo com ela, a homenagem de hoje reconhece a riqueza cultural, social e econômica, a partir do fluxo de tradições e valores, que se estabeleceu com a imigração italiana. “Uma troca que mudou todo o Brasil”, disse.

Ao todo, 21 representantes da comunidade italiana foram homenageados durante a cerimônia. Entre eles, o Bispo Emérito da Diocése de Quixadá, Dom Adélio Giuseppe Tomasin; o cofundador do Grupo Grendene S.A., Pedro Grendene Bartelli; o escritor, arquiteto e urbanista Francisco Antônio Laprovitera Teixeira, entre outros.

A solenidade, que foi presidida pelo deputado Osmar Baquit (PDT), contou ainda com a participação de Marco Boccadoro, representando a Comunidade Italiana no Estado do Ceará; o presidente do Instituto Centro Americano de Cultura, Francisco Angelo de Francesco Filho, e o presidente da Cruz Vermelha do Estado do Ceará, Alan Damasceno.

Edição: Clara Guimarães

 

Veja também