Notícias

Alece arrecada quase 50 toneladas de doações para vítimas de enchente no Rio Grande do Sul

Por Giovanna Munhoz/Vandecy Dourado
17/05/2024 16:52 | Atualizado há 2 semanas

Compartilhe esta notícia:

- Foto: Paulo Rocha

A Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Alece) arrecadou e entregou, nesta sexta-feira (17/05), quase 50 toneladas de insumos por meio do Movimento Acolher, campanha de arrecadação de produtos para as vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul. Os donativos foram entregues aos cuidados da Defesa Civil do Ceará, coordenadoria do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), responsável pela logística da campanha. 

Nos pontos de doação da Alece, foram arrecadadas 19 toneladas de donativos, enviadas na primeira remessa. A campanha contou ainda com a doação de 25 toneladas de insumos, enviados em segunda remessa, arrecadados por mobilização da Polícia Civil do Ceará, e mais cinco toneladas doadas pela Prefeitura de Reriutaba.

A iniciativa do Parlamento cearense angariou alimentos não perecíveis, água mineral, ração para animais, materiais de higiene e limpeza, além de roupas, que serão enviados para o Rio Grande do Sul com o intuito de minimizar a situação de calamidade pública e vulnerabilidade da população gaúcha atingida por enchentes.

O primeiro-secretário da Casa, deputado Danniel Oliveira (MDB), lembrou que a tragédia no Rio Grande do Sul fez com que a maioria da população perdesse tudo e ficasse desalojada. “Hoje essas pessoas dependem do Brasil para conseguir passar por esse momento, e o povo nordestino, como sempre, mostra sua solidariedade e sua força de união. Que esse exemplo da Assembleia sirva para as demais casas legislativas e órgãos que querem colaborar com os gaúchos”, frisou.

Os deputados De Assis Diniz (PT) e Marcos Sobreira (PDT) também enfatizaram a importância da participação do Poder Legislativo em prol da população do Rio Grande do Sul e a necessidade de buscar ações que possam evitar catástrofes climáticas. A deputada Marta Gonçalves (PL), que também acompanhou a entrega, reafirmou a importância do gesto. 

Já a primeira-dama do Poder Legislativo cearense e líder do Comitê de Responsabilidade Social da Casa (CRS), Cristiane Leitão, explicou que a ação da Alece recebeu apoio do Movimento das Mulheres do Legislativo Cearense (MMLC), Comitê de Responsabilidade Social (CRS), Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Assalce), além do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. “Todos se uniram em prol dos nossos irmãos gaúchos. O Parlamento cearense, praticamente em uma semana, fez um grande movimento. A Assembleia Legislativa está mostrando a importância de ser uma Casa com responsabilidade social”, apontou.

Cristiane Leitão também ressaltou a necessidade de debater, estudar e trabalhar medidas para as questões climáticas, de forma a evitar desastres e catástrofes semelhantes às que estão acontecendo no estado gaúcho.

O presidente da Assalce, Luís Edson Sales, assinalou que foram disponibilizados três pontos de coleta na Alece, entre eles, na recepção do edifício sede, no anexo III e também na sede da Associação dos Servidores da Casa. “Os servidores chegaram junto, foram até os pontos e doaram ração, alimentos, água, casacos e muitos produtos, que, com toda a certeza, farão grande diferença para as vítimas da enchente. É importante ver o Legislativo de mãos dadas com a população para minimizar a dor do outro”, disse.

O coordenador de polícia da Alece, coronel Clayton Fernandes, parabenizou a Assembleia Legislativa pela ação e explicou que as doações continuam chegando. “As entregas são até hoje, e muitas doações continuam chegando e aumentando o número de insumos. É muito louvável a atitude da Casa de unir forças em prol dos gaúchos, e sabemos que esse gesto fará a diferença”, afirmou.

O coordenador estadual de proteção e Defesa Civil, tenente-coronel Haroldo Gondim, explicou que as doações da Assembleia do Ceará seguirão para o Centro de Eventos do Estado para serem separadas e passarem por triagem. “As doações chegam, e fazemos todo um trabalho de separação de ração, água, roupas, cestas básicas. Tudo para facilitar. Depois de organizada, essa carga será enviada por via marítima”, disse.

Haroldo Gondim apontou também que o envio é célere e existe um corredor de livre acesso para garantir a rapidez das entregas. “Uma normativa da Secretaria da Fazendo (Sefaz) criou esse corredor de livre acesso, sem cobrança de tributos, para que tudo possa ser encaminhado da melhor maneira”, afirmou. 

Delegada geral adjunta da Polícia Civil, Teresa Cruz (de blusa verde), ressalta solidariedade do povo cearense. Foto: Máximo Moura

Na tarde de hoje, a Polícia Civil doou 25 toneladas para o Movimento Acolher. A doação foi dividida em 15 toneladas de água e mais dez de ração animal, em parceria com o grupo cearense Samaria. A instituição já havia arrecadado mais de 150 mil litros de água mineral, entregues na última sexta-feira (10/05). A delegada geral adjunta da Polícia Civil, Teresa Cruz, destacou a solidariedade do povo cearense em apoiar os gaúchos e agradeceu a oportunidade de colaborar também com a campanha da Alece. 

“Ficamos muito felizes de estar aqui participando desse momento. Nós já arrecadamos aproximadamente 300 toneladas de água. A gente não esperava que tivesse toda essa adesão. Ficamos extremamente felizes com esse senso de responsabilidade, tanto interno como da nossa sociedade cearense, porque água é algo que nos falta e foi dado com tanto amor por todos nós”, disse.

O prefeito de Reriutaba, Pedro Humberto Coelho Marques, agradeceu a população do município por esse ato de solidariedade. A cidade, localizada na região da Serra da Ibiapaba, colaborou com cinco toneladas de mantimentos. 

“Nós conseguimos praticamente um caminhão lotado de mantimentos de todas as espécies: água, cobertores, roupas, alimentos. A gente fica muito satisfeito. Eu quero aproveitar esse momento e agradecer a iniciativa da Assembleia de estar fazendo esse movimento e agradecer também a toda a população reriutabense que fez força para isso”, reconheceu.

Edição: Lusiana Freire/Clara Guimarães

Veja também